Business work concept

Gamification

Gamification ou Ludificação é o uso de técnicas ou mecânicas usadas em jogos em atividades não necessariamente relacionadas com jogos. Geralmente visa garantir maior interesse das pessoas envolvidas na atividade ao propiciar um ambiente lúdico e criativo mesmo em tarefas mais repetitivas e pouco encorajadoras.

A palavra lúdico lembra-nos algo mais infantil, e claro que temos sempre a lembrança de uma professora nos nossos tempos de escola a tentar criar uma brincadeira a partir de uma atividade quotidiana, seja aprender a escrever ou arrumar a sala de aula. E é exatamente com o princípio das pequenas recompensas por atividades e de mapear o progresso que a Gamification é aplicada em ambiente de trabalho ou mesmo em ambientes de estudo mais avançados. Uma Ludificação famosa é a usada no aplicativo “Duolingo”, no qual recebemos pontuação ou “xp” pelo nosso avanço no estudo de idiomas, seja a aprender novas palavras ou a relembrar. E, de acordo com a nossa pontuação, é gerado um nível de experiência naquele idioma.

Apesar de ser uma técnica conhecida para aprendizagem e noutras áreas do conhecimento, o termo “Gamification” só se popularizou no ambiente de software em meados de 2010. Estudada em livros como “The Game of Work” e The Gamification of Learning and Instruction” e artigos como “Play to win: The game-based economy”, mapeia princípios de jogos para atividades de desenvolvimento e marketing.

A Gamification usa princípios tão simples que está em todos os lugares e mal percebemos que é um conceito de jogos aplicados para nos motivar. Uma das técnicas muito usada é a de classificação e pequenas recompensas entre utilizadores, que podem ser representadas em listas de classificação. Em sites como o Stack Overflow, desenvolvedores podem responder a dúvidas de outros utilizadores, e ganharem pontos e uma classificação maior por resposta útil ou correta. É uma pequena recompensa, mas que encoraja os utilizadores por se sentirem reconhecidos ao executar uma tarefa tão simples quanto responder uma dúvida.

Algumas das outras técnicas incluem aspetos como:

  • Dinheiro virtual
  • Emblemas de conquistas
  • Níveis de conquistas
  • Barras de progresso ou outra métrica para os utilizadores medirem o seu avanço
  • Classificação de utilizadores
  • Desafios entre utilizadores
  • Sistemas para premiar e recuperar pontos

Gamification no ambiente de trabalho

Estas técnicas podem ser usadas tanto na motivação de equipas quanto para motivação de clientes, em ações promocionais ou clube de prémios. Para desenvolver qualquer atividade com Gamification, há que ter em mente a necessidade humana de se sentir reconhecido, propiciar competição e objetivos claros. Com base em pesquisas que mostram uma falta de motivação dos funcionários no decorrer do tempo no seu trabalho, e a aplicação de Gamification, o escritor e empreendedor Rajat Paharia elaborou alguns princípios que os líderes e os CEO podem aplicar nas suas empresas:

  • Rápidos feedbacks
  • Transparência nas avaliações de desempenho
  • Metas bem definidas
  • Reconhecimento
  • Nivelação de habilidades
  • Formação e desenvolvimento dos funcionários
  • Trabalho em equipa
  • Competições saudáveis
  • Possibilidade de autogestão pelos colaboradores
  • Pontos, premiações e conquistas que estimulam o melhoramento dos processos de trabalho

Além de melhorar a motivação dentro do ambiente corporativo, a Gamification atua noutros âmbitos dentro do trabalho. Com maior motivação, aumenta-se a retenção de conhecimento e o envolvimento das equipas. Dependendo da forma como as atividades são executadas, pode-se garantir um fortalecimento da união do grupo e um melhor trabalho em equipa, além de um parecer valioso para melhoramento da prática em novas interações.

Um dos casos de sucesso marcantes é a da Ford Motor no Canadá, que adicionou jogos na plataforma de e-learning da sua equipa de vendas, e teve um aumento dos acessos de 417%, principalmente entre os mais jovens. E no caso da Gamification para atrair clientes pode-se citar a Starbucks, que criou um sistema de cartão de fidelidade, My Starbucks Reward, que pontua e nivela os clientes de acordo com a sua fidelidade. O resultado é que, desde que foi criado em 2009, o sistema conta com mais de 19 milhões de utilizadores.

Apesar destes números impressionantes, o uso de Gamification exige compromisso com a aplicação, pois o sucesso não é garantido. Para o uso com clientes, os objetivos e as regras devem ser claros e as recompensas também. Com a popularização dessa técnica de fidelização, os clientes muitas vezes têm em conta a forma como uma empresa faz o seu marketing baseado em Gamification antes de se vincular a um produto. Um dos erros comuns é a falta de atrativos ou recompensas que realmente valham a pena, ou uma interface de fácil entendimento para os clientes. Ou até mesmo os níveis de classificação serem obtidos muito facilmente, fazendo com que os clientes não se sintam especiais por terem conseguido aquela classificação. O ideal é um equilíbrio entre facilidade e recompensa, que nem diminua as conquistas por serem muito fáceis, nem exijam tarefas muito difíceis aos envolvidos.

A pensar nessas dificuldades, e em elaborar atividades equilibradas o suficiente para manter a motivação e garantir resultados, existem algumas plataformas de aplicação de Gamification no ambiente de desenvolvimento. Entre elas estão a “Getbadges” e a “Lion”, sendo que esta última pode ser encontrada no GitHub. Porém, a opção mais indicada para aplicação de Gamification nas empresas é a contratação de uma empresa especializada, ou fazer um estudo de caso das necessidades do negócio para o uso de uma plataforma específica.

E a Gamification não depende apenas de plataformas ou aplicações, apesar de ajudar bastante. Entre alguns exemplos de bonificações baseadas em conceitos de jogos, temos as gincanas dentro de ambientes de trabalho, nas quais, em grupo ou individualmente, os funcionários podem fazer pontos de acordo com as suas atividades habituais dentro do ambiente de trabalho. E esses pontos podem gerar uma classificação entre funcionários, e originar níveis onde os funcionários dependem da sua pontuação geral, além de recompensas.

De forma geral, a Gamification é qualquer forma de aplicar competição saudável, prémios e pontuação dentro de qualquer âmbito não relacionado com jogos, seja no trabalho ou na aprendizagem. Ao aproveitarmos o nosso instinto natural de competição e ao superarmos os nossos limites, podemos alcançar mais do que se espera de nós de forma mais fluída e divertida. E ao aproveitar essas plataformas ou mesmo ao elaborar competições dentro do ambiente de trabalho beneficiará não só a empresa, mas também a qualidade de vida da sua equipa.